Menu Toggle

Bem-vindo ao Fórum Vodafone

Outros Serviços

Reclamação da loja Vodafone, física e virtual, assim como do seu Apoio ao Cliente.

Highlighted
Visitante Junior

A epopeia de querer adquirir um equipamento à Vodafone tem tanto de fascinante como de frustrante. Vamos por capítulos: 

  

1 - Adquirir equipamentos a prestações, ao contrário de outros operadores como a MEO, apenas é possível em loja física. Em tempos de pandemia, nada como andar pela rua... 

  

2 - Não é possível, por não haver contacto direto para as lojas ou linha de Apoio com acesso a informação útil, saber previamente que lojas dispõe dos artigos pretendidos em stock, obrigando à deslocação às lojas. Novamente, em tempos de pandemia, nada como andar na rua... 

  

3 - Ao chegar à loja, no caso a de rua em Cascais, mesmo faltando mais de 25 minutos para a mesma encerrar, o funcionário não quer dispensar uma senha ao cliente sob pretexto de já estarem muitas pessoas à espera (estavam três). Apenas o faz após ouvir as palavras mágicas. Não, não me refiro a "por favor". Essas já haviam sido usadas, mas sem sucesso. Falo, pois, de "Livro de Reclamações". 

  

4 - A Loja, onde poderia não me ter dirigido se soubesse previamente que não havia o artigo que pretendia adquirir (ver cap. 2) e que é o único sítio que tem acesso ao stock de outras lojas, tem o sistema em baixo. Dois dias seguidos... O cliente ainda é brindado pelo funcionário insatisfeito por ter de cumprir o seu horário de trabalho (o referido no ponto anterior) a interromper o atendimento de uma colega sua - esta sim bastante profissional e esforçada apesar dos limites que a sua entidade empregadora lhe coloca no possível atendimento e satisfação dos clientes - com palavras de "isso 'tá esgotado", ficando sem saber a fidignidade da informação em questão. 

  

5 - A loja pode pedir o artigo, mas não tem previsão de chegada. Até aqui tudo bem, não fosse o ponto seguinte... 

  

6 - A loja online dispõe do artigo para entrega em dois dias úteis. Ou seja, tem stock e previsão de entrega. 

  

7 - O cliente tenta apelar ao Serviço de Apoio ao Cliente, mas depara-se com uma linha telefónica de atendimento automático que apenas reconhece alguns comandos de voz e que retrocede quando não assimila o que lhe é dito. O cliente fica frustrado, mas não desiste. Lá consegue passar a chamada ao assistente (acha ele), no entanto depara-se com o tempo de espera. Já vai longo, mais de 30 minutos, mas ele - qual Éder - não desiste! Só que ao fim de mais uns minutos a chamada, apesar de cobrada, cai... 

  

8 - O cliente recorre ao chat. Após mais uma meia-hora de espera, chega ao contacto com uma assistente que lhe diz para usar o "formulário/email" presente no site. Assim o faz, mas sem sucesso. A mensagem "Ocorreu um erro, por favor tente mais tarde" surge inúmeras vezes e, mesmo limpando os cookies e os caches e mais não sei o quê que lhe pedem para ter sucesso na sua árdua missão, continua a surgir.  
 
 

9 - O cliente, frustrado por toda a situação, recorre ao sítio mais imediato para se dirigir por escrito à falta de um que funcione. O chat do Facebook, onde pede o encaminhamento para o departamento responsável. É recebido em festa com uma resposta genérica! De entre as informações (in)uteis é bombardeado com a existência de um formulário/email e que este funciona perfeitamente. Ao explicar tudo o que se passou até então, inclusive que o formulário não funcionou em todas as tentativas que até então fez, o cliente é ignorado. 

  

10 - A mensagem, não sabe o cliente bem como, chega ao serviço de Apoio ao Cliente. O Cliente, sentido que um serviço que é denominado de "apoio" ao mesmo virá por bem, é brindado com um "não percebemos a sua questão". O cliente explica e é contra golpeado com a informação "não há nada que se possa fazer". O cliente pede para a mensagem ser passada a um departamento de qualidade e atenção ao cliente (uma instância superior à qual já recorreu outrora porque a Vodafone não é , vá, assim grande coisa) de forma a, pelo menos, no futuro a situação não se repetir com este ou outro cliente. "A resposta será a mesma" riposta a funcionária do outro lado. "Se quiser reclamar no livro, esteja à vontade", acrescenta. O cliente fica surpreendido. Até então já se tinha deparado com muitos serviços maus, péssimos e até pior, mas nunca ouvira falar de uma empresa que preferisse uma reclamação a uma sugestão. 

  

11 - A funcionária da chamada anterior responde ao email (afinal foi assim que lá chegou) dizendo que afinal têm acesso aos stocks das lojas e que poderá perguntar por aquela via. O cliente assim faz e assim é ignorado. 

  

12 - O cliente, surpreendido com esta súbita novidade de poder pedir informação a uma linha com essa finalidade, contacta a mencionada linha (16912). É brindado (desta vez sem ironia) com a informação que a loja do Alegro dispõe de uma unidade do equipamento. Pede que se guarde o mesmo, mas não é possível. O funcionário apenas pode mandar um email a pedir, não havendo garantias. 

  

13 - O cliente, fazendo cerca de 15Km, acorre à loja na esperança de ver o seu infortúnio terminado. Mas, eis que, afinal o equipamento em stock é uma devolução erradamente colocado por alguém como sendo para venda. O cliente tem de voltar a fazer 15Km para o local de onde nunca teria saído se não fosse a incompetência de alguém (não, não falo dos funcionários. Esses, uns melhor e outros pior, fazem o que podem. Mas quem acima deles está e não lhes dá meios para fazer melhor, é profundamente incompetente e não merece o lugar que ocupa!). 

  

14 - O cliente apresenta as reclamações que a funcionária da empresa lhe pediu. 

 

15 – O cliente recebe uma chamada da empresa Via Directa, a transportadora da Vodafone. è informado que o equipamento que pediu online para a morada da loja da Vodafone, não pode lá ser entregue. Apenas em sua casa. Só que não serve porque (ver cap. 1) a venda a prestações só está disponível noutras operadoras. No entanto, o cliente consegue concretizar o ponto mais absurdo de toda esta história: há stock para casa, mas não há para a loja... 

  

16 - O cliente começa a fazer uma denuncia publica do ridículo que tem sofrido para comprar a bosta de um telemóvel. 

  

17 - O cliente ainda vai no 16, mas sabe que - com certeza - haverá um 18 e ainda alguns números que se lhe sucedem. 
 
Notas: o cliente sou eu (surpresa!) e dispenso respostas genéricas. Só queria expor o ridículo e esperar que isto previna alguém que queira correr riscos em adquirir-vos um equipamento ou sequer tornar-se vosso cliente.  

Mostrar mais
17 RESPOSTAS 17
Highlighted
Novo Utilizador

Parece mais uma novela da TVI. A Ana Guiomar e o Diogo Valsassina, podiam representar esta ridícula novela. Será que vamos ver isto como spot publicitário da Vodafone?

Mulher embaraçada

Mostrar mais
Highlighted
Moderador

Olá @afonsopinto1995,

 

garantimos que a Vodafone trabalha todos os dias por prestar um serviço de excelência e que vá de encontro às necessidades dos seus clientes.

 

Para que possamos verificar o histórico de contactos efetuados e, para que possamos informar em conformidade, pedimos que nos indique, por mensagem privada:

 

- Número de telefone

- Nome completo do titular

- Morada completa (com código-postal)

 

Para enviar mensagem privada, clique num dos moderadores (são os utilizadores identificados com "nome_Vodafone") e escolha "Enviar uma mensagem privada".   

 

Obrigada,

Rute_Vodafone

Mostrar mais
Highlighted
Visitante Junior

Foi enviada a informação pedida, no entanto - conforme refiro no meu post - dispenso respostas genéricas, apenas pretendo uma solução e alertar outras pessoas para que não passem pelo mesmo que eu.

Mostrar mais
Highlighted
Anónimo
Não aplicável

Como ainda não me responderam neste fórum a pergunta e a indignação mantém-se.

Afinal o que se passa na Vodafone?

Mostrar mais
Highlighted
Visitante Junior
O que se passa é que uma empresa normalmente tem como pretensão obter lucro satisfazendo alguma necessidade de um cliente. A Vodafone tem como finalidade o lucro e satisfazer de forma completamente deficiente a necessidade do cliente, mas fazem-no de forma a não dar muitos nas vistas, completamente encaputada com a imagem de uma empresa séria. Como as coisas sem tem complicado nos últimos tempos, a máscara caiu e já nem disfarçam. Simplesmente borrifam-se nos clientes.
Mostrar mais
Highlighted
Anónimo
Não aplicável

Caro Afonso Pinto,

Segundo os relatos que tenho lido por aqui, algo vai mesmo muito mal na Vodafone (Portugal).
Bem sei que este espaço não é propriamente o Portal da Queixa mas, como diz o ditado "Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura".
Talvez esteja na hora de se criar um novo tópico onde cada participante adicione a sua experiência com este com este operador.
A resposta que eu esperava desta minha pergunta" https://forum.vodafone.pt/t5/Outros-Servi%C3%A7os/Afinal-o-que-se-passa-na-Vodafone/m-p/378851#M2401..."" era que ela chega-se o mais longe possível.
Afinal o que se passa na Vodafone?
Senhores moderadores, p.f estamos supostamente num fórum, é favor não censurar.

Cumprimentos

Mostrar mais
Highlighted
Visitante Junior
Não podia estar mais de acordo e digo-o lamentado muito! Em relação à censura, ainda não me apercebi aqui (mas deve existir, claro) mas posso dizer-lhe que no Facebook apagaram todos os posts que fiz até agora, assim como alguns comentários. Pura censura de uma empresa que não tolera a crítica. Felizmente que em alguns sítios, como a Google e o Portal da Queixa, a Vodafone não tem esse poder de calar as pessoas que os enchem de dinheiro e que, por isso, quando são mal servidos (como tem acontecido consecutivamente comigo e em muitos outros casos que se vêem por estes fóruns e redes sociais) têm direito a reclamar também publicamente! Não se escondam, sejam verdadeiros e deixem as pessoas saber com o que contam antes de se juntarem a vocês
Mostrar mais
Highlighted
Anónimo
Não aplicável

Certo que não gostam mas,

Resposta a uma "moderadora":

"

Caro Rui,

Qualquer um ficaria.. e provavelmente outros também já lhe responderam no entanto, parece que estamos a lidar com alguém que não gosta da opinião de outros nem criticas e a assim elimina as opiniões e/ou resposta.

Há clientes que conhecem a vodafone/Telecel à mais anos que esta Senhora Marta tem de Idade mas enfim..."

"Exma. Sra.,

Não sei com que autoridade apaga opiniões de participantes neste fórum, no entanto, estou a registar o seu comportamento de censura ao eliminar as mesmas.

Sinceramente ao ler esta queixas (sempre úteis para quem possa estar interessado a ser cliente) fica novamente a minha pergunta:

O que se passa na vodafone?"

Mostrar mais
Highlighted
Moderador

Olá @afonsopinto1995,

 

A Vodafone não apaga comentários, contudo devido às condições gerais de utilização do Facebook, alguns podem ser colocados automaticamente em SPAM.

 

Obrigada,

Rute_Vodafone

Mostrar mais