Menu Toggle

Bem-vindo ao Fórum Vodafone

Quem disse Eu também neste tópico

Novo Utilizador

No passado mês de Maio foram activados 3 Serviços de Valor Acrescentado (SVA) para os quais não dei o meu consentimento e dos quais não usufruí, importando, cada um, em 3,99 euros semanais.

Um deles (MOBIBOX) fez-se anunciar por SMS, em 6 e 12 de Maio, mencionando a activação, o custo semanal e um número (707450201) para o qual se podia ligar a pedir “Ajuda". Esse número servia, afinal, para desactivar o serviço. Mal li as mensagens e percebi o contexto, liguei para o 707450201 e desactivei esse SVA. Simultaneamente, reclamei junto do serviço de Apoio ao Cliente da Vodafone (16912) por não ter consentido em tal activação e na imputação desse custo, aproveitando, também, para solicitar o barramento dos SVA. Fiz igualmente um pedido por escrito nesse sentido, em formulário online de contacto da Vodafone.

Hoje, ao consultar o My Vodafone, verifiquei que havia outros dois SVA activos (“Club 2” e “Met Art”), os quais desconheço e cujos prestadores não me comunicaram a respectiva activação, nem facultaram um número para cancelamento, o que reveste, claramente, cariz doloso. Releva, ainda, o facto de terem ocorrido após o meu pedido de barramento de SVA.

Solicitei à Vodafone que verificasse se havia uma autorização para a activação destes dois últimos serviços. O funcionário confirmou que não havia indicação de consentimento para os SVA “Club 2” e “Met Art”. Comprometeu-se, em nome da Vodafone, a creditar em factura o custo destes dois últimos serviços.

Face ao acima exposto, solicito à Vodafone que esclareça em que contexto se enquadra a activação de SVA e a respectiva imputação de custos em factura, sobretudo quando não tem na sua posse algo que comprove essa vontade expressa ou tácita. Procedimentos menos correctos fizeram-me sair de uma empresa concorrente e optar pela Vodafone, a qual tenho, até agora, reputado favoravelmente junto de amigos. Verifiquei, também, que não estou sozinha na minha indignação, há anos que este Fórum regista queixas semelhantes. Pelos vistos, até agora, a empresa não considerou que a indignação dos seus clientes justificava uma mudança de procedimentos, designadamente a confirmação expressa do cliente para a activação de qualquer SVA e respectiva imputação de custos em factura. Para tudo exigem confirmação (de nome e número de cliente, morada, NIF, etc.), mas para não para a activação de SVA, os quais revestem aparência dolosa e são onerosos. Mais gravosa ainda é a falta de confiança que o cliente passa a ter na Vodafone e no seu cariz distintivo no que respeita às boas práticas.

(Não sigo o Novo Acordo Ortográfico)

Mostrar mais
Quem disse Eu também neste tópico